Meu Bullet Journal Digital

Olá, meus queridos!

Antes de mais nada, muito obrigada a todos que responderam minha pesquisa da semana passada. Amei o retorno de vocês e anotei todos os pedidos e dicas, obrigada mesmo! Se você ainda, não respondeu, clique aqui que ainda dá tempo.

E para começar o assunto de hoje, você sabe o que é um Bullet Journal?

Bullet Journal é um Planner onde você mesmo cria o layout e a estrutura toda em si.

Planner?

Sim, Planner é uma ideia brilhante pra organizar a rotina, na minha opinião. Ele agrupa o controle de compromissos oferecido pelas agendas, o espaço livre para anotar tarefas e coisas a fazer, páginas específicas para controle financeiro, metas, listas para anotar filmes e séries que você quer ver, livros para ler, viagens que quer fazer… tudo o que você precise anotar num material personalizado para te manter organizado.

A diferença básica entre Planner e Bullet Journal é que o Planner você compra pronto, com o layout impresso nas folhas e o espaço para o seu preenchemento, já o Bullet Journal é feito inteirinho por você. Independentemente de como seja sua vida, o Bullet Journal promete atender suas necessidades, afinal, se é você quem desenvolve tudo, você tem a liberdade de desenvolver o que quiser.

Eu descobri os Bullet Journals conversando com uma amiga, que estava fazendo o dela e então fui pesquisar vídeos e tutoriais para compreender melhor o que era isso e como fazer. Encontrei muita coisa boa e me apaixonei pelo conceito de liberdade e controle personalizados proporcionados pelo Bullet Journal, principalmente, porque eu tenho tido uma diiculdade bem grande em encontrar um sistema de organização e planejamento que me atenda bem. Já testei várias formas mas nenhuma se encaixou bem na minha rotina. Sabe quando falta alguma coisa pra fazer as engrenagens girarem? Então, o Bullet Journal parecia ser a solução perfeita para o meu problema.

Ok, tudo lindo, os vídeos da galera que faz Bullet Journals me deixaram encantada – o lettering, as cores, os post-its e washi tapes – mas eu me deparei com um pequeno impasse: os Bullet Journals são feitos à mão e as minhas habilidades para fazer algo tão caprichoso assim se aproximam de zero. Na escola, enquanto várias colegas de classe tinham estojos abastecidos com canetas em gel, lápis de cor, canetinhas coloridas com pontas finas e grossas, carimbos, ou seja, um arsenal de materiais para decorar os cadernos e usavam o tempo em que o professor estava escrevendo na lousa para desenhar no cabeçalho e o rodapé das páginas, eu tinha 3 canetas Bic – azul, preta e vermelha – e usava o tempo livre pra bater papo com os vizinhos de carteira.

Mesmo que eu quisesse, não conseguiria ter consistência na criação de um Bullet Journal “feito à mão” e acabaria ficando ansiosa por não poder anotar os compromissos e tarefas do mês seguinte porque não parei para criar o layout dele.

Alguém se identifica?

Bom, mas então, o que fazer? A ideia do Bullet Journal me fisgou e eu queria muito criar um.

Foi aí que tive a ideia de criar uma versão digital, claro, no Evernote. Pensei em trabalhar com tabelas, criar uma nota para corresponder a cada página do Bullet Journal e acho que vai funcionar muito bem.

Se você também se dá melhor digitando que escrevendo, vem comigo nessa jornada!

Semana que vem começo a mostrar pra vocês como está ficando meu Bullet Journal Digital 😉

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s