Minimalista é pão duro?

E aí pessoa que tá do outro lado da tela, tudo bem?

E aí, qual a sua opinião sobre o título desse post?

Você já sabe que eu vou te contar que não é bem isso, mas quero muito saber por quê você pensa que todo o minimalista é pão duro, caso você pense assim, então, me conta nos comentários!

A relação de minimalismo com dinheiro começa no autoconhecimento e esse assunto já foi abordado por aqui então, clique aqui se você ainda não leu o post específico sobre esse tema.

Dinheiro é só um meio para um fim, uma moeda de troca, então, faz todo o sentido que a nossa relação com o dinheiro comece com a pergunta: quero essa moeda de troca pra trocar pelo quê?

E aí, a gente vai precisar lembrar também que o caminho começa no autoconhecimento mas também passa pela rua dos hábitos de consumo. Afinal, a gente descobre mais sobre si mesmo, aí identifica quais coisas faz sentido possuir para ser essa pessoa que nós somos – ou queremos ser – e só então descobrimos quanto é necessário desembolsar para adquirir essas coisas.

Sacou o caminho? Clique aqui para ler o post sobre hábitos de consumo porque esse tema está mais detalhado lá!

Então, hoje, vou deixar algumas dicas para você usar o seu dinheiro de forma coerente com o quanto você já se conhece e com os hábitos saudáveis de consumo que está desenvolvendo, olha só.

Dica 1 – Foque em diminuir seus gastos fixos

Quando a gente se conhece melhor e percebe qual estilo de consumo faz mais sentido pra nossa vida, pode acabar percebendo uma coisa desagradável: que no momento presente, nossa vida financeira está um caos!

As dívidas estão lá, consumindo todo o nosso orçamento e cada nova compra acaba aumentando a dívida.

Então, como dar o primeiro passo agora e ter mais controle sobre a nossa vida financeira para então, poder começar a direcionar o dinheiro que a gente recebe para o que faz sentido pra nós?

Diminuindo os gastos fixos.

Será que você assiste sua tv por assinatura com tanta frequência assim? Será que seu canal favorito também tem um canal no YouTube e você pode assistir esse mesmo conteúdo por essa plataforma gratuita? Ou será ainda que todas as atividades que você faz no dia a dia – e que são prioridade para você – tomam todo o seu tempo e você não tem assistido mais a tv?

E quanto ao seu carro – e todos os gastos mensais que o acompanham?

Sua academia?

Aquele curso que você paga mensalmente?

Aquela tarifa que você poderia negociar?

Os gastos fixos fazem seu salário não ser o seu salário mas, sim, um valor bem menor. Afinal, você tem um compromisso com essas contas todo o mês e o dinheiro disponível acaba não sendo igual ao que está escrito no seu holerite.

Outra dica bacana é substituir algumas coisas descartáveis pelas reutilizáveis. Isso pode diminuir significativamente o valor da sua compra mensal de supermercado.

Ao invés de usar coador de café descartável, pode adquirir um que você lave e use de novo.

Ao invés de plástico filme, pode usar pano encerado ou protetores de silicone.

E, ao invés de absorventes descartáveis, a mulherada pode usar o coletor menstrual – tem um post aqui no blog bem detalhado sobre ele.

Reserve alguns minutos para discriminar todos os seus gastos mensais e descobrir se todos ainda fazem sentido para a vida que você escolheu viver. Para os que fazem sentido, será que tem alguma forma de pagar menos e fazer o dinheiro sobrar para ser investido na realização daquele grande objetivo que está lá na gaveta? Pense com carinho no seu PORQUÊ para estar fazendo toda essa análise!

Dica 2 – Tenha um plano

Dependendo de como estiver sua situação financeira, pode ser que seu plano inicial seja estabiliza-la – e esse é um ótimo plano, que vai contar com várias etapas para ser concretizado.

Caso você tenha identificado que seu caso está melhor do que você imaginava, qual o objetivo para esse dinheiro que você fez sobrar todo o mês? Para onde o dinheiro que pagava um boleto vai ser redirecionado?

O minimalismo nos faz perceber que nós não precisamos possuir muitas coisas para viver bem. E também abre novos horizontes! Qual o seu sonho? Vamos transformar ele em uma meta?

Dica 3 – Fatie esses planos em pequenas metas

Se seu sonho for FAZER UMA VIAGEM PARA A DISNEY você já pode adivinhar que esse não é um objetivo de um único passo – esse é o meus sonho, por sinal.

Você vai precisar tirar seu passaporte e visto americano, vai precisar reservar sua hospedagem e adquirir sua passagem aérea e ainda vai precisar comprar os ingressos dos parques que vai querer visitar lá em Orlando.

Além disso, também será necessário definir como você vai se alimentar e se deslocar enquanto estiver lá e colocar na ponta do lápis os custos de tudo isso.

Então, passe um tempo pesquisando sobre o seu objetivo – seja qual for – e fatie ele em pequenas metas, exatamente para que você possa perceber seus progressos e celebrar cada pequena vitória rumo ao seu grande objetivo!

No caso de uma viagem como a Disney, anotar cada passo que você precisa tomar e perceber que você está avançando rumo a realização da sua viagem já te coloca no clima bom de sonho conquistado!

No vídeo abaixo, eu falo um pouquinho mais pra vocês sobre a relação de minimalismo e dinheiro, vem conferir.

Abraços e até semana que vem =D

Publicado por Mila Bueno

E aí pessoa que tá do outro lado da tela, tudo bem com você? Eu sou a Mila Bueno, uma pessoa que vive um estilo de vida minimalista com a família e compartilha com vocês conteúdo sobre organização, minimalismo e autoconhecimento! Seja bem vind@!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: