Festa junina, festa julina, festas, festas…e agora, não me programei!

Olá, meus queridos!

Festas juninas e julinas rolando, a internet pipocando de ideias para decorar a casa com tema de arraiá, dicas de receitas para servir nesse mês festivo e eu não fiz nadica com tema junino…

festa-junina
Bom primeiro, eu estou passando por um período atípico na minha vida, estou temporariamente fora de casa então, planejar coisas que mexam com a decoração é inviável. Segundo, agora que sou mamãe, estou cheia de vontade de entrar no clima de todos os feriados do ano pra aproveitarmos todos com a minha filha como manda o figurino, com receitas típicas, decoração da casa de acordo e a chance de contar pra ela a história de alguns feriados e eu percebi que isso pode ser uma situação comum pra outras pessoas também!

Pois bem, nesse post, vou dar algumas dicas para a organização do nosso ano, em função dos feriados.

calendario-2017-São Paulo-m
Acho que usar uma agenda online aqui, que vai te mandar um lembrete no celular conforme você configurar, é bastante útil.

Outra coisa, planejar os feriados entra no planejamento anual, ou seja, no final do ano quando sentarmos para fazer um balanço do ano anterior e planejar o ano seguinte, vamos colocar todos os feriados na agenda também com o devido lembrete de quanto tempo precisaremos para programa-lo.

Ainda não fiz post sobre isso, mas já surgiu a ideia aqui e logo, logo ele sai!

Primeiro, nós vamos colocar na agenda todos os feriados que queremos celebrar e que demandam preparação prévia. Por exemplo, se quero fazer receitas típicas de festa junina, preciso preparar tudo com antecedência e isso vai depender da minha rotina e tempo livre para fazer isso. Se acho que preciso de uma semana para decorar a casa e quero preparar receitas típicas e brincadeiras, coloco um lembrete para a festa junina e peço que o calendário me “lembre” uma semana antes.

Eu uso o calendário do Gmail, mas acho que em todos os calendários existe essa opção de notificação com antecedência. Assim eu não vou precisar ficar pensando:

“Ai meu Deus, já estamos em junho, preciso pensar nas receitas…”

 

“Ai, ai já falta uma semana e eu ainda não preparei as brincadeiras”

 

“Gente, junho já está no fim e eu me perdi na rotina e esqueci de comemorar, agora deixa pra lá”.

 

Captou a ideia?

Eu já deixei de comemorar muita coisa  ou já fiz uma coisa bem mequetrefe pela qual eu me arrependi depois por falta de planejamento. Por não programar as datas e quanto tempo de antecedência eu precisava para me preparar, não sobrava dinheiro, o tempo ficava tomado por outros compromissos para os quais eu não podia dizer “não” de última hora e eu acabava comprando qualquer coisa ou fazendo um passeio mais caro e irritantemente comum num feriado que poderia ter sido comemorado com estilo. E quanto a isso nem precisa discorrer muito, né? Quem nunca acabou passando o dia dos namorados passeando no shopping ou fazendo qualquer coisa que você costuma fazer sempre ou comprou mais um coração de pelúcia que seria bem mais barato em outra época, só porque tava em cima da hora, que atire a primeira pedra!

Espero que essas dicas tenham te inspirado a planejar seus feriados e que você celebre muito, com paz, tranquilidade e economia!
Beijos!
Anúncios

Digitalize tudo!

Olá, meus queridos!

Já estamos do 5º post da série “organizando tudo” =D

Você viu os posts anteriores? Se não viu, veja! É só clicar nos links aqui embaixo que os posts vão abrir numa nova janela pra você:

E hoje vou pegar o gancho do dia que falei pra vocês sobre o Evernote e falar sobre um pequeno hábito que tem me ajudado bastante: digitalizar.

Digitalizar é transformar em arquivo digital tudo o que era físico. Algumas coisas nós poderemos digitalizar e descartar, eliminando assim muito papel da nossa vida, outras coisas vamos digitalizar pra facilitar a nossa vida, mas ainda precisamos manter o original em papel. Quer um exemplo de cada um? Vamos lá!

Cartões de visita ou folhetos – quando você vai em algum estabelecimento ou vai contratar algum serviço, você não precisa necessariamente guardar a versão em papel do cartão ou folheto de serviços desse lugar. Você pode fotografar e guardar em um local seguro que facilite a busca e a visualização quando você precisar dessa informação e o Evernote te permite fazer isso muito bem. Sendo assim, para cartões de visita ou folhetos, nós podemos fotografar e descartar o original em papel.

Documentos – quantas vezes quando vamos fechar um contrato de serviços ou começar a trabalhar numa nova empresa e precisamos enviar nossa documentação? Todas as vezes, né? Então, se já tivermos tudo digitalizado e salvo em um local seguro, podemos apenas encaminhar nossos documentos em vez de sair correndo pra tirar cópia e ter que ir até o local entregar. O envio de documentos tem sido bem aceito ultimamente, eu não lembro qual foi a última vez que tive que tirar cópia deles e entregar em mãos. De qualquer forma, vale a pena perguntar se a pessoa ou empresa com quem você está tratando aceita que os documentos sejam enviados em vez de copiados e levados em papel. Documentos são documentos, então, nós podemos digitalizar mas temos que manter o original guardado.

Esses foram só dois exemplos distintos mas eu não chamei a digitalização de “hábito” na minha vida à toa. Todo o papel que pego na mão é avaliado pra ver se posso digitalizar e descartar a versão em papel. Se posso, faço isso na hora pra não ter que ter uma pilha de “depois eu vejo” bagunçando minha mesa. Se não, já guardo o papel em questão na minha pasta arquivo. Olha ela aqui na foto! Esse é o espaço que tudo o que eu tenho em papel ocupa na minha vida:

 

Olha esse retângulo branco da segunda imagem: é o espaço que minha pasta arquivo ocupa na prateleira. Digitalizem queridos!!

Qual a vantagem da digitalização?

Menos pastas para armazenar papéis, o que resulta em menos itens pra limpar, arrumar e organizar, o que vai te proporcionar mais tempo livre e mais espaço disponível! Lindo não? =D

Clique aqui pra ir pro post que fiz sobre o Evernote e veja se essa ferramenta se encaixa na sua vida tanto quanto se encaixa na minha. E aproveita pra ver o post Organizando fotos digitais que tem tudo a ver com esse tema!

Dúvidas e comentários? Deixa aqui embaixo, vai!

Beijos!

Organizando fotos digitais

Feliz ano novo, meus queridos!
Um novo ano está começando e isso significa que acabamos de passar por uma das épocas que mais rendem fotos e vídeos! É registro da ceia, da família reunida, de cada passeio e viagem feitos nesse período, da galera reunida na virada…enfim, na era digital em que estamos tudo rende muita foto! E nesse clima de início de ano, o que acham de começar com alguma dicas pra organizar todas essas fotos e vídeos digitais?
Vamos lá!
1ª dica: descarregue as fotos do seu celular ou câmera pra o computador assim que voltar de cada evento em que você fez registros. Assim a gente libera espaço pra que o aparelho não fique lento e é mais fácil ter controle na hora da organização.
2ª dica: classifique as fotos por data e lugar onde foram tiradas. Eu já tentei separar por “Fotos das dogs”, “fotos na praia” e afins e dava um trabalho danado ficar classificando cada foto tirada pra saber pra qual pasta ia. E, no fim das contas, na hora de procurar a tal foto eu não conseguia rastrear. Isso porque nosso cérebro memoriza melhor fazendo associações. Se você der uma data e um nome para a pasta como “2016-12-25 – Natal”, quando você quiser aquela selfie linda que tirou no natal, vai intuitivamente bater o olho nessa pasta e saber que a foto está lá. Facilita trabalhar a favor da nossa cabeça! Ah, e só uma coisa: Eu coloco a data começando pelo ano pra que as pastas fiquem na sequência cronológica certa!
Esse é um pedacinho da organização das minhas pastas!

 

3ª dica: apague todas as fotos embaçadas, tremidas, cortadas e mal iluminadas e mantenha apenas as favoritas! Não brigue comigo por essa dica, mas fazer isso economiza muitos megabytes de armazenamento e garante que todas as fotos que você salvou são as melhores!
E, por último, uma dica testada e aprovada: eu armazeno minhas fotos na nuvem. Antes, colocava tudo num HD externo e depois que quase perdi tudo por um mal contato no cabo USB, fiquei com medo e joguei na nuvem. Estou gostando bastante, principalmente de poder acessar as fotos de qualquer lugar que estiver.
Agora, pra você que já tem muitas e muitas fotos armazenadas de forma desorganizada e quer organizar tudo, vou deixar uma lista de tarefas pra te ajudar a fazer isso:
– comece pelo que já está feito: se tem alguma pasta com fotos que você sabe onde foram tiradas e que são do mesmo evento, olhe as propriedades de uma das fotos pra descobrir a data desse evento e já renomeie essa pasta!
– faça uma limpa em todas as suas pastas sem dó, conforme a 3ª dica lá de cima!
– se não descobrir a data certa de alguma das fotos ou conjunto de fotos, não se preocupe! Tente lembrar pelo menos o ano, ou alguma palavra chave que te faça reconhecer facilmente o conteúdo dessa pasta!
– faça um pouquinho por dia! Isso vai levar tempo!
Essas foram as minhas dicas pra organizar as fotos digitais. Você tem algum segredo pra ajudar nessa organização? Me conta aqui embaixo!
Beijos!